Auditor que multou Instituto Lula escondeu R$ 11 milhões na conta da mãe

O auditor fiscal que multou o Instituto Lula, Daniel Gentil, e sua mãe, Sueli Gentil, têm R$ 13,9 milhões depositados em 11 contas bancárias. A informação é do Banco Central

Agentes da Polícia Federal
Agentes da Polícia Federal (Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - De acordo com o Banco Central, o auditor fiscal que multou o Instituto Lula, Daniel Gentil, e sua mãe, Sueli Gentil, têm R$ 13,9 milhões depositados em 11 contas bancárias.

O juiz Marcelo Bretas, da Lava Jato do Rio de Janeiro, foi informado sobre as contas e o montante nela depositados, sendo que R$ 10,9 milhões estavam na conta de Sueli. Os outros R$ 3 milhões, na conta de Daniel. Os valores foram bloqueados por determinação de Bretas, segundo o jornalista Reinaldo Azevedo.

O auditor fiscal foi preso nesta quarta-feira (2) em uma operação conjunta da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. Ele estava na equipe de auditores que promoveram uma devassa nas contas do Instituto Lula, que resultaram em penalidades que ultrapassam os R$ 18 milhões.

A família Gentil é acusada de comandar um esquema de lavagem de dinheiro junto com Marco Aurélio Canal, supervisor nacional da Equipe Especial de Programação da Lava Jato, que também foi preso nesta quinta. Daniel Gentil era subordinado a esse setor.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247