Bahia: mesmo com greve no fim, crimes continuam

ndice de homicdios no reduziu significativamente, apesar do enfraquecimento da greve da Polcia Militar; s ontem, foram registrados 12 na regio metropolitana de Salvador; desde o incio da paralisao, assassinatos chegam a 164

Bahia: mesmo com greve no fim, crimes continuam
Bahia: mesmo com greve no fim, crimes continuam (Foto: LÚCIO TÁVORA/AGÊNCIA ESTADO_ERNESTO RODRIGUES/AGÊNCIA ESTADO)

O enfraquecimento da greve parcial da Polícia Militar na Bahia não resultou em diminuição significativa do índice de homicídios registrados na região metropolitana de Salvador. Apenas ontem (sexta-feira), foram registrados 12, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, oito deles na capital.

Com os homicídios registrados até ontem, chega a 164 o número de assassinatos na região metropolitana, 101 na capital, desde o início da greve, na noite de 31 de janeiro. A média de 14,9 homicídios por dia é mais que o dobro da registrada nas semanas anteriores ao início da paralisação, 6,7.

O momento mais violento foi entre os dias 3 e 6, quando houve 92 assassinatos na região metropolitana, média de 24 por dia. Apenas na sexta-feira, dia 3, houve 31 homicídios. Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública, o índice foi o maior já registrado, em apenas um dia, na região metropolitana.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247