Balões pela vida: movimento articula ações para o impeachment de Bolsonaro

Estopim para organização nacional foi falta de oxigênio em hospitais de Manaus; grupo inclui artistas, jornalistas, representantes de movimentos sociais do Brasil e do exterior

Fora Bolsonaro na Av. Paulista
Fora Bolsonaro na Av. Paulista (Foto: Diario Causa Operária)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fabíola Salani, na Fórum – Foram dois anos do governo Jair Bolsonaro (sem partido), com diferentes manifestações de ódio, desprezo pela vida e pelas pautas sociais. Além de mais de 60 pedidos de impeachment guardados pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). E notas de repúdio diante de sucessivos ataques às instituições perpetrados pelo presidente e seus apoiadores.

Mas a falta de oxigênio em hospitais de Manaus foi a gota d’água. Nesta sexta-feira (15), uma reunião virtual com cem pessoas entre artistas, jornalistas, intelectuais, religiosos, ativistas, representantes de movimentos sociais do Brasil e do exterior marcou o início de uma articulação para culminar no impeachment da chapa Jair Bolsonaro – Hamilton Mourão.

O balão foi escolhido como símbolo para o movimento. Por seu sentido lúdico, de remeter a crianças, e por precisar de “fôlego”, respiração, para ser enchido. A cor é o branco, nas roupas, aludindo a paz, aos médicos, que tratam os pacientes de Covid-19, e à espiritualidade. Os atos devem começar na próxima semana e incluem flash mobs, performances virtuais com artistas enchendo balões. Outras ações serão discutidas ao longo deste final de semana. Frases símbolo, como “queremos respirar” e “se assoprar o Bolsonaro cai” foram debatidas também.

Leia a íntegra na Fórum 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email