“Bandeirantes foram instrumento do progresso nacional”, diz Rui Costa Pimenta

O presidente do PCO criticou na TV 247 o incêndio na estátua de Borba Gato, em São Paulo, e defendeu que o papel dos Bandeirantes seja mais reconhecido. Para o líder partidário, sem eles, o Brasil seria uma nação fragmentada e muito mais submissa ao imperialismo. Assista

www.brasil247.com -
(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reprodução)


247 - O presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, reforçou, em entrevista à TV 247, o papel dos Bandeirantes na construção da nação brasileira e criticou o incêndio na estátua de Borba Gato, em São Paulo.

“Foi coisa de intelectuais pequeno-burgueses”, criticou. “Não foram jovens da periferia irados. Essa é uma política que vem da universidade. Esse negócio de Revolução Periférica foi para dar um ar popular na coisa”.

Para ele, é necessário lembrar das verdadeiras opressões e perceber que o papel dos Bandeirantes na história do Brasil foi crucial para evitar que o País se tornasse ainda mais submisso ao imperialismo: “A construção da nação brasileira é produto, em um certo sentido, da luta de classes. É um progresso que foi alcançado apesar de toda a pressão contrária. Para o colonialismo e o imperialismo, o ideal é que as nações oprimidas sejam pequenininhas e fracas. Eles dividem os países como se fosse tirando uma fatia de bolo, como na Iugoslávia e na antiga União Soviética. Eles querem países pequenos e fracos. O Brasil é um país grande, e isso é um progresso muito grande”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Eles foram instrumentos do progresso econômico nacional e abriram o caminho para a construção do Brasil. Se o Brasil fosse dividido em cinco países, a América Latina seria muito mais oprimida do que hoje. O Brasil é um estorvo na dominação política, assim como a Índia e a China”, completou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email