Base da Funai é destruída em Rondônia

Um posto de fiscalização da Fundação Nacional do Índio (Funai) dentro da terra Karipuna, em Rondônia, foi destruído por madeireiros e grileiros. O local tinha itens como casa do gerador de energia, rampa para lavagem de veículos, garagem com oficina e mobília

247 - Um posto de fiscalização da Fundação Nacional do Índio (Funai) dentro da terra Karipuna, em Rondônia, foi destruído por madeireiros e grileiros. Lá praticamente não havia desmatamento até 2014, porém mais de 20 km² de floresta foram derrubados desde então. O posto custou R$ 750 mil e foi entregue em 2016, mas quase não foi usado. Uma empresa contruíu o imóvel como ação de compensação ambiental.  

Segundo os karipuna e o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), fiscais trabalharam nos primeiros meses daquele ano no posto. Os recursos secaram, e o prédio ficou abandonado.

Em 2016 começaram os ataques e o gerador de energia foi o primeiro item furtado. De acordo com os índios, agentes da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) foram os primeiros a ver a destruição do prédio. Foram eles que avisaram a aldeia sobre a situação.

O posto tinha casa do gerador de energia, rampa para lavagem de veículos, garagem com oficina, redário,  gerador, mobília, equipamentos e caixa d’água com poço tubular.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247