Belém: polícia agride e prende trabalhadores que protestavam contra reforma da Previdência (vídeo)

Trabalhadores que acompanham a reforma da Previdência do Pará, nesta manhã, foram impedidos de assistir a votação e ainda sofreram agressões da tropa de choque da polícia militar, que também executou prisões no local

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Trabalhadores e entidades dos movimentos sociais que acompanham a reforma da Previdência do Pará, nesta manhã, foram impedidos de assistir a votação na Assembleia Legislativa e ainda sofreram agressões da  tropa de choque da polícia militar, que também executou prisões no local.

Os policiais trancaram as grades da assembleia e dispararam bombas, quando os trabalhadores forçaram o portão para entrar no local. 

A reforma foi aprovada com 36 votos a favor, de um total de 41 deputados.

Veja: 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247