Bilionário agressor está proibido de se aproximar de Luiza Brunet

Determinação contra o empresário Lírio Albino Parisotto, de 62 anos, é do Ministério Público de São Paulo; a atriz e ex-modelo denunciou ter sido agredida pelo companheiro, que a deixou com quatro costelas quebradas, no último dia 21 de maio em Nova York

Determinação contra o empresário Lírio Albino Parisotto, de 62 anos, é do Ministério Público de São Paulo; a atriz e ex-modelo denunciou ter sido agredida pelo companheiro, que a deixou com quatro costelas quebradas, no último dia 21 de maio em Nova York
Determinação contra o empresário Lírio Albino Parisotto, de 62 anos, é do Ministério Público de São Paulo; a atriz e ex-modelo denunciou ter sido agredida pelo companheiro, que a deixou com quatro costelas quebradas, no último dia 21 de maio em Nova York (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 – O Ministério Público de São Paulo determinou que o empresário Lírio Albino Parisotto, de 62 anos, está proibido de se aproximar e de manter contato com a ex-mulher, Luiza Brunet, de 54 anos.

A atriz e ex-modelo denunciou ter sido agredida pelo companheiro, que a deixou com quatro costelas quebradas, conforme seu relato. O episódio ocorreu no último dia 21 de maio no apartamento dele em Nova York, onde ele deu um soco e vários chutes em Luiza.

A queixa por agressão doméstica foi registrada no Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID) no dia 23 de junho. Ela se separou do empresário depois da agressão.

O episódio foi divulgado nesta sexta-feira na coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo. "Eu sempre tive uma família estruturada e sempre fui discreta em minha vida pessoal. É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil", declarou (leia mais).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247