Bispo diz que Lula foi condenado sem provas

O bispo emérito de Blumenau (SC), dom Angélico, 85, criticou a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4; amigo pessoal de Lula, o religioso considera que o petista é vítima de corrupção;  "Ao que tudo indica essas provas não foram apresentadas, não foram com clarividência. Não basta acusar alguém. É preciso realmente apresentar provas consistentes e depois em juízo para que haja ampla defesa. Nesse julgamento do Lula está havendo uma pressa que é uma coisa impressionante"", afirma

Bispo diz que Lula foi condenado sem provas
Bispo diz que Lula foi condenado sem provas

247 - Dom Angélico, bispo emérito de Blumenau, criticou a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF-4.

Eu tenho alegria de ser amigo pessoal dele", disse.  Lula foi dar um abraço no amigo que faria 85 anos na sexta, 19.

Oito dias depois da visita, Lula foi condenado em segunda instância acusado de receber um apartamento tríplex no Guarujá como propina em troca de contratos da companhia OAS com a Petrobras. Sua pena foi aumentada dos nove anos e meio, aplicada por Moro na primeira decisão, para 12 anos e um mês de prisão. Ainda cabe recurso.

Dom Angélico considera que o amigo é vítima de perseguição. "Para muitos o golpe ficará pela metade se não houver o banimento político de Lula. Isso é um desserviço à democracia", diz.

O bispo afirma que não há provas contra o ex-presidente. "Ao que tudo indica essas provas não foram apresentadas, não foram com clarividência. Não basta acusar alguém. É preciso realmente apresentar provas consistentes e depois em juízo para que haja ampla defesa. Nesse julgamento do Lula está havendo uma pressa que é uma coisa impressionante".

As informações são de reportagem de Wálter Nunes na Folha de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247