Bolsonaro agora quer o fim das autoescolas

Presidente Jair Bolsonaro voltou a defender alterações no Código de Trânsito, desta vez afirmando ser favorável aos cursos de formação de novos motoristas; “Acho que nem deveria ter exame de nada. Você faz uma parte escrita e vai para a prática, nem precisa cursar em autoescola", afirmou

(Foto: Lúcio Bernardo Jr/ Câmara dos Deputados)

247 - O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender alterações no Código de Trânsito, desta vez afirmando ser favorável aos cursos de formação de novos motoristas. “Acho que nem deveria ter exame de nada. Você faz uma parte escrita e vai para a prática, nem precisa cursar em autoescola", disse em sua live semanal nas redes sociais. "Com 10 anos de idade eu estava dirigindo trator na fazenda em Eldorado Paulista (SP)", justificou. 

Apesar da defesa da extinção dos cursos de formação de novos condutores, Bolsonaro disse que a ideia deverá ficar para um “segundo momento”. Segundo ele, a prioridade atual é reduzir o custo para a obtenção da carteira de motorista. 

Nesta linha, ele já encaminhou um projeto de lei ao Congresso Nacional para extinguir o uso de simuladores por parte das autoescolas. Neste caso, os simuladores seriam opcionais. 

Além disso, a despeito de estudos técnicos, Bolsonaro quer ampliar a validade da Carteira Nacional de Habilitação de 5 para 10 anos para adultos, e de 2,5 anos para 5 anos para os idosos, além de dobrar o aumento do limite de pontos para cassação da carteira, que passaria de 20 para 40 pontos. 

Bolsonaro também defende o fim da multa para os pais que não utilizarem a cadeirinha para crianças em seus carros e o fim da obrigatoriedade de exames médicos em clínicas conveniadas com os Detrans.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247