Bolsonaro anuncia entrega da Amazônia aos Estados Unidos

O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (27), durante cerimônia de formatura de paraquedistas no Rio de Janeiro, que a exploração da Amazônia foi um dos motivos de sua relação com os Estados Unidos; "Estou procurando o primeiro mundo para explorar essas áreas em parceria e agregando valor. Por isso, a minha aproximação com os Estados Unidos”, disse Bolsonaro

(Foto: Fernando Frazão/Ag. Brasil)

247 - O presidente Jair Bolsonaro disse neste sábado (27), durante cerimônia de formatura de paraquedistas no Rio de Janeiro, que busca parcerias “no primeiro mundo” e, em especial com os Estados Unidos, para a exploração do território amazônico brasileiro, respondendo a líderes europeus que criticaram suas políticas para a região amazônica. 

“O senhor presidente da França [Emmanuel Macron], a senhora Merkel [chanceler da Alemanha] queriam que eu voltasse para cá [depois da reunião do G20], demarcando mais 30 reservas indígenas, ampliando reservas ambientais. Isso é um crime. Só de reserva indígena já temos 14% tomados aqui no Brasil. Na Reserva Ianomâmi, são 9 mil índios e tem o dobro do estado do Rio de Janeiro. É justo isso? Terra riquíssima. Se junta com Raposa Serra do Sol é um absurdo o que temos de reservas minerais ali. Estou procurando o primeiro mundo para explorar essas áreas em parceria e agregando valor. Por isso, a minha aproximação com os Estados Unidos”, disse Bolsonaro.  

Antes de dar estas declarações, o presidente, que já não consegue disfarçar seu entreguismo e subserviência aos Estados Unidos, fez uma bravata:  “O Brasil é nosso. A Amazônia é nossa. A Presidência é do povo brasileiro. Povo esse ao qual devo lealdade absoluta”, disse.

Com informações da Agência Brasil 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247