Bolsonaro chama de 'porcaria' projeto que trata de maconha para fins medicinais

Jair Bolsonaro qualificou o projeto de lei que autoriza a venda de medicamentos derivados da maconha como “porcaria” e sinalizou que poderá vetar a proposta, caso ela seja aprovada pelo Congresso

(Foto: ABr | REUTERS/Amir Cohen)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro criticou, na manhã desta terça-feira (11), um projeto de lei que autoriza a venda de medicamentos derivados da cannabis (nome científico da maconha) para fins medicinais. Bolsonaro qualificou a proposta como uma “porcaria” e sinalizou que poderá veta-lá, caso ela seja aprovada pelo Congresso. 

“Hoje uma comissão da Câmara vota a liberação da maconha. Tem o veto depois, é difícil...Eles agora podem até aprovar, sem ser o voto nominal, mas tem o veto”, disse Bolsonaro a apoiadores no Palácio da Alvorada, de acordo com o jornal O Globo. “Ridículo até, né, um país com tantos problemas (e) o cara desperdiçando força para votar uma porcaria de um projeto desses”, completou.

O texto está sendo analisado por uma comissão especial da Câmara nesta terça-feira. Além do uso medicinal, o relatório do deputado Luciano Ducci (PSB-PR) também prevê o uso da maconha em pesquisas científicas e na indústria. 

 Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email