Bolsonaro contraria filhos e diz que acredita no aquecimento global

Ao contrário do presidente eleito, Flávio, Eduardo e Carlos Bolsonaro tem insistido em tratar o aquecimento global como uma "fraude"; “O termo aquecimento global ficou muito cara-de-pau, então convencionaram mudar para mudança climática, como se a Terra durante toda a sua existência não estivesse em constante mudança. Mas não se engane, as intenções seguem as mesmas", disse o deputado reeleito Carlos Bolsonaro, em uma rede social

Bolsonaro contraria filhos e diz que acredita no aquecimento global
Bolsonaro contraria filhos e diz que acredita no aquecimento global (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Reuters com 247 - Contrariando seus próprios filhos em um tema que tem sido frequente na agenda conservadora, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse neste sábado (1°) que acredita na ciência ao ser questionado sobre a existência do aquecimento global, mas criticou a preservação de florestas pelos países europeus, muitos dos quais fazem dura defesa de acordos sobre mudanças climáticas.

“Eu acredito na ciência e ponto final. Agora o que que a Europa fez para manter as suas florestas, as suas matas ciliares? O que que eles fizeram? Querem dar palpite aqui?”, afirmou Bolsonaro, após participar de cerimônia da Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, no Rio de Janeiro.

Bolsonaro, que disse no fim de outubro que não retiraria o Brasil do Acordo de Paris após ter ameaçado fazê-lo durante a campanha presidencial, reiterou neste sábado que a fiscalização ambiental em seu governo mudará em relação ao modelo de hoje, que criticou duramente.

Em 2017, os filhos de Bolsonaro que detém mandato eletivo insistiram em criticar o aquecimento global como uma teoria "de esquerda". “O aquecimento global proporcionando o dia mais frio do ano no Rio de Janeiro! “A nova dos destruidores de reputação e comedores de alfafa: quem ñ acredita em aquecimento global acredita em terra plana! É mta maconha!”, escreveu o vereador Carlos Bolsonaro (PSL) em sua conta no Twitter.

Na mesma rede social, seu irmão Flávio Bolsonaro (PSL) , senador eleito pelo Rio de Janeiro, compartilhou um link que trata o tema como uma farsa enquanto o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL) gravou um vídeo citando presidente americano Donald Trump, em frente a neve, e disse que o aquecimento global é uma farsa.

“O termo aquecimento global ficou muito cara-de-pau, então convencionaram mudar para mudança climática, como se a Terra durante toda a sua existência não estivesse em constante mudança. Mas não se engane, as intenções seguem as mesmas", disse Eduardo, em outra postagem, no início deste ano.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247