Bolsonaro defende tratamento precoce contra Covid-19 e acusa PSOL de politizar a questão

"Agora tivemos a informação - vou confirmar se é verdadeira ainda - que o PSOL teria entrado com uma ação na Justiça para que os prefeitos não deem o tratamento precoce ao pessoal que procurar. Se for verdade, pelo amor de Deus, acho que está na hora de parar de politizar esse negócio aí", disse Jair Bolsonaro

(Foto: ABr | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro disse ter informações de que o PSOL ingressou com uma ação para impedir o tratamento precoce contra a Covid-19 e acusou o partido de querer politizar o assunto. Desde o início da pandemia, porém, ele minimizou a gravidade da crise sanitária e defendeu o uso e medicamentos de eficácia não comprovada  pelas autoridades de saúde – como a cloroquina e vermífugos – no combate aos sintomas da doença. 

"Agora tivemos a informação - vou confirmar se é verdadeira ainda - que o PSOL teria entrado com uma ação na Justiça para que os prefeitos não deem o tratamento precoce ao pessoal que procurar. Se for verdade, pelo amor de Deus, acho que está na hora de parar de politizar esse negócio aí", disse Bolsonaro nesta quinta-feira (14) a um grupo de apoiadores, de acordo com o UOL.   

A declaração de Bolsonaro foi feita dois dias após o PSOL emitir uma nota, por intermédio do deputado Marcelo Freixo (RJ), informando que pretendia acionar o Ministério Público contra o ministro da Saúde Eduardo Pazuello, por pressionar a Prefeitura de Manaus para que os profissionais de saúde prescrevessem  medicamentos sem comprovação de eficácia no combate ao coronavírus.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247