Bolsonaro distribui ameaça de golpe em suas listas de transmissão

Trecho de entrevista encaminhada pelo candidato dá a entender que ele tem sido resiliente com o STF, mas que pode não ser mais e, nesse caso, as Forças Armadas agiriam

www.brasil247.com - Presidente Jair Bolsonaro 11/07/2022
Presidente Jair Bolsonaro 11/07/2022 (Foto: Reprodução)


247 - Jair Bolsonaro (PL) encaminhou a suas listas de transmissão um texto e print de um texto que fala em ruptura institucional, critica supostas ilegalidades do Supremo Tribunal Federal (STF) e comenta ação dos militares caso a Corte descumpra "ordens ilegais".

Os links foram enviados por ele nesta quinta-feira, 29, a muitos contatos, segundo apuração da jornalista Daniela Lima, no programa CNN 360.

O print do texto diz que a “crise de ruptura ainda não aconteceu porque o presidente da República tem conseguido com paciência e resiliência indesejável, amortecer as ilegalidades do STF contra o executivo, cumprindo as determinações, ainda que sejam ilegais. Mas alerta que isto está por um fio”.

“Não importando a causa, quando o presidente não cumprir uma das ordens ilegais, aí as Forças Armadas terão que agir. E isso, ao que parece, não vai demorar”, continua o texto do print que Bolsonaro encaminhou a contatos.

Nesta quarta-feira, 28, a campanha de reeleição de Jair Bolsonaro divulgou nesta quarta-feira, 28, um documento elaborado pelo partido para retomar a estratégia de questionamentos sobre a higidez do sistema eleitoral e das urnas eletrônicas.

O documento é visto na campanha bolsonarista como “o plano B” do presidente, caso seja derrotado por Lula no domingo. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247