Bolsonaro diz que Alcolumbre age fora das “quatro linhas” da Constituição

A acusação refere-se ao imbróglio em torno da marcação de sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça para a vaga no STF

Jair Bolsonaro e Davi Alcolumbre
Jair Bolsonaro e Davi Alcolumbre (Foto: Marcelo Camargo/Ag.Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

Metrpopoles - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse à CNN Brasil, na manhã desta quarta-feira (13/10), que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), não está cumprindo a Constituição Federal. A declaração refere-se ao imbróglio em torno da marcação de sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu ainda aguardo a sabatina do André Mendonça no Senado Federal. Ele [Davi Alcolumbre] age fora das quatro linhas da Constituição”, afirmou Bolsonaro. Nesta quarta-feira, completam-se três meses desde que mandatário do país formalizou a indicação. Continue lendo no Metrópoles

Leia também matéria do 247 sobre o assunto: 

PUBLICIDADE

Davi Alcolumbre diz a aliados que pretende segurar sabatina de André Mendonça até 2023

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem dito a aliados que pretende segurar a sabatina de André Mendonça, indicado de Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), até 2023. A informação é da CNN Brasil

PUBLICIDADE

Segundo a emissora, a postura de Alcolumbre é inspirada no caso do americano Merrick Garland, indicado à Suprema Corte em 2016 pelo então presidente Barack Obama. À época, o Senado americano, controlado pelos Republicanos, se recusou a sabatinar o indicado. A oposição foi liderada pelo então líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell.

Alcolumbre citou o caso americano, “a título de exemplo”, em sua manifestação ao Supremo na ação que pede que a Corte o obrigue a pautar a sabatina de Mendonça. 

PUBLICIDADE

A indicação de Garland expirou em 3 de janeiro de 2017, com o final da 114ª Legislatura do Congresso. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email