Em plena crise do coronavírus, Bolsonaro diz que dará festa para celebrar seu aniversário e o de Michelle

"Eu faço 65 daqui a quatro dias. Vai ter uma festinha tradicional aqui. Até porque eu faço aniversário dia 21 e minha esposa dia 22. São dois dias de festa aqui", disse, no dia em que foi registrada a primeira morte no Brasil por coronavírus

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro voltou a afirmar, nesta terça-feira (17), que existe uma "histeria" em relação à crise do novo coronavírus e disse que fará uma "festinha tradicional" para celebrar seus 65 anos. Ele faz aniversário no sábado (21).

Bolsaro segue subestimando o vírus enquanto especialistas em saúde recomendam evitar aglomerações e reduzir o contato social para fazer frente à crise sanitária.

Até lideranças do campo da extrema-direita, como o caso da deputada Janaina Pachoal, criticaram as últimas atitudes inconsequentes do ocupante do planalto. 

"Eu faço 65 [anos] daqui a quatro dias. Vai ter uma festinha tradicional aqui. Até porque eu faço aniversário dia 21 e minha esposa dia 22. São dois dias de festa aqui", disse, em entrevista à rádio Super Tupi.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247