Bolsonaro diz que dará indulto a policiais 'presos injustamente'

Diante da inércia da economia e da devastação da Amazônia, Jair Bolsonaro anunciou que quer soltar policiais que foram presos e condenados no escopo do exercício da profissão. Ele diz: "vou escolher colegas policiais presos injustamente, presos por pressão da mídia. Até o final do ano, vai ter policial nesse indulto aí. Espero que o pessoal me abasteça de nomes"

Apesar do 'apoio divino', parece inevitável a queda de Jair Messias, o ungido
Apesar do 'apoio divino', parece inevitável a queda de Jair Messias, o ungido (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Diante da inércia da economia e da devastação da Amazônia, Jair Bolsonaro anunciou que quer soltar policiais que foram presos e condenados no escopo do exercício da profissão. Ele diz: "vou escolher colegas policiais presos injustamente, presos por pressão da mídia. Até o final do ano, vai ter policial nesse indulto aí. Espero que o pessoal me abasteça de nomes".

A reportagem do jornal O Globo destaca que "na visão de Bolsonaro, policiais que cumprem 'a missão' que lhes é dada deveriam ser 'condecorados, e não processados (...) Alguns estão me atacando aí, dizendo que o projeto é carta branca para matar. Isso é para esse idiota, é carta branca para o policial não morrer, o mesmo policial que defende a sua vida"."

A matéria ainda informa que "em novembro, o então presidente eleito destacou que, se houvesse indulto em 2018, "certamente" seria "o último" , em crítica ao ato de conceder benefícios e liberdade a presos cuja situação jurídica se encaixe em parâmetros definidos pelo presidente da República, como determina a Constituição. Em fevereiro, porém, ele assinou decreto de indulto para conceder liberdade a presos   portadores de doenças graves — exceto aqueles condenados a crimes de corrupção, tráfico de drogas. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247