Bolsonaro é condenado por declarações preconceituosas contra quilombolas

O deputado federal Jair Bolsonaro foi condenado pelas declarações preconceituosas proferidas contra quilombolas em abril; em palestra no Clube Hebraica, no Rio, Bolsonaro disse, entre outras coisas, que os quilombolas "não servem nem para procriar"; ele acaba de ser condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais

Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC)
Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Jair Bolsonaro foi condenado pelas declarações preconceituosas em relação aos quilombolas (“que não servem nem para procriar”), em abril, no Clube Hebraica, no Rio.

O deputado acaba de ser condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais.

A ação é do MPF, e a sentença, da juíza Frana Elizabeth Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio.

As informações são da coluna de Ancelmo Gois em o Globo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247