Bolsonaro e pastores convocam jejum contra o coronavírus e garantem que "o inferno irá explodir"

Jair Bolsonaro divulgou um vídeo na tarde deste sábado (4) em seu perfil no Facebook no qual ele e diversos pastores neopentecostais, entre eles Silas Malafaia e Edir Macedo, convocam um jejum contra o coronavírus e que termina com a garantia de que "o inferno irá explodir" por causa do jejum.

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na mais fundamentalista de todas as manifestações públicas até hoje, Jair Bolsonaro divulgou um vídeo na tarde deste sábado (4) em seu perfil no Facebook no qual ele e diversos pastores neopentecostais, entre eles Silas Malafaia e Edir Macedo, concocam um jejum contra o coronavírus e que termina com a garanta de que "o inferno irá explodir" por causa do jejum.

Na última quinta-feira (2), Bolsonaro já havia convocado as pessoas a jejuar para o que o Brasil “fique livre desse mal”, em referência à pandemia.

Na gravação publicada neste sábado, a voz de um narrador anuncia que “os maiores líderes evangélicos deste país atenderam à proclamação santa feita pelo chefe supremo da nação”.

Bolsonaro é o primeiro a falar no vídeo. De acordo com o narrador da peça, Bolsonaro convocou o “exército de cristo para a maior campanha de jejum e oração já vista no país”.

Assista:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email