“Bolsonaro é tutelado pelos militares”, afirma Mauro Iasi

Em entrevista à TV 247, o sociólogo e professor Mauro Iasi faz uma análise do cenário político atual em meio à crise do coronavírus. “Quem governa hoje é uma junta militar comandada pelo general Braga Netto”, diz ele. Assista

Mauro Iasi e Jair Bolsonaro
Mauro Iasi e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação | Júlio Nascimento/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Carlos Hortmann, para o 247 - Importante intelectual e militante político, Mauro Iasi, que já foi candidato à Presidência da República pelo PCB, concedeu entrevista ao Conexão Lisboa, na TV 247, pela qual fez uma análise do cenário político atual e a disputa de poderes no âmbito do governo Jair Bolsonaro.

Professor na Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) desde 2009, Iasi tem se empenhado em pesquisas no âmbito de consciência de classe, educação popular e formação social brasileira, entre outros temas relacionados à sociologia política.

Ao tratar sobre os acontecimentos mais relevantes do momento, a crise pandêmica, política e econômica (estrutural do capitalismo), o professor procurou fornecer elementos históricos e teóricos para uma leitura rigorosa da realidade - sem ilusões. Também sinalizou possíveis caminhos para que a classe trabalhadora possa vir a ser o sujeito histórico (protagonista) no pós-pandemia. 

O ex-presidenciável pelo PCB ressaltou alguns pontos muito relevantes, como “o coronavírus trouxe muitas verdades que os marxistas dizem há muito tempo”, “toda a riqueza é produzida pela classe trabalhadora” e “o capitalismo não existe sem o Estado”. 

Sobre a equipe de Bolsonaro, foi enfático: “o Bolsonaro é tutelado pelos militares”. E completa: “quem governa é uma junta militar comandada pelo general Braga Netto”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247