“Bolsonaro é um fruto seco, não está vivo nem morto, é um nada”, diz filósofa Viviane Mosé

Para Viviane, a pandemia de coronavírus expõe a verdadeira face de Bolsonaro. “Um dirigente que põe o seu povo a se contaminar não só perderá seu espaço, ele vai ser referência do mal para o resto da vida”, disse. Assista

Filósofa Viviane Mosé e Jair Bolsonaro
Filósofa Viviane Mosé e Jair Bolsonaro (Foto: Moraes Neto/Sebrae | Ueslei Marcelino/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A filósofa e psicanalista Viviane Mosé falou à TV 247 sobre os impactos da pandemia de coronavírus no governo de Jair Bolsonaro - que, para ela, já acabou - e principalmente sobre o valor da vida em meio a uma crise sanitária e ao isolamento social. Ela acredita que a incapacidade de Bolsonaro de governar o Brasil eliminou as chances da extrema direita voltar ao poder pelos próximos 50 anos.

O coronavírus impossibilita que Bolsonaro continue escondendo os delitos cometidos por ele e sua família, de acordo com a psicanalista. "Eu não sei se ele se infectou ou não, mas a crise do coronavírus impossibilitou, felizmente, esse absurdo que se chama Bolsonaro. É um governo criminoso, é uma família criminosa, eles vão sair desse governo diretamente para a penitenciária por crime comum, não é por corrupção que eles serão presos, serão presos por assassinato. Eles estão envolvidos com coisas que todo mundo está cansado de saber, só que como eles estão no governo eles manipulam o sistema, então é muito dificíl prender, mas o coronavírus expôs uma face do Bolsonaro que realmente impossibilita qualquer coisa”, disse.

Ela cravou que Bolsonaro será visto como referência do mal nos próximos anos e que ele impossibilitou uma eventual volta da extrema direita ao poder. “Um dirigente que põe o seu povo a se contaminar não só perderá seu espaço, ele vai ser referência do mal para o resto da vida. Durante 50 anos mais ou menos adiante o Brasil vai ter como vilão a imagem do Bolsonaro, o que significa que a direita extrema que esteve ao lado do Bolsonaro não terá lugar tão cedo no Brasil. O Bolsonaro levou o Brasil a um sofrimento e uma radicalidade tão absurda que ele está eliminando qualquer possibilidade da extrema direita. Se tem umas das coisas que eu tenho certeza é que o caminho adiante é esquerda, ou centro-esquerda, não é uma ilusão, é o desgaste do que hoje está no governo. Ele é um fruto seco pendurado na árvore da vida, não está vivo nem morto, ele é um nada”.

Viviane Mosé também disse que Jair Bolsonaro está isolado politicamente e sendo ignorado pelo povo. “O que eu vejo é que hoje a gente não está tirando o Bolsonaro do poder porque ele nem tem poder, os governadores estão agindo, o ministério está agindo, está todo mundo agindo, contra o Bolsonaro. A gente simplesmente vira as costas”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email