Bolsonaro emite sinais de que pode propor barganha com TSE

Governistas dizem que Bolsonaro pode esvaziar 7 de setembro se militares chegarem a acordo com a Corte eleitoral

www.brasil247.com - TSE, Jair Bolsonaro e a urna eletrônica
TSE, Jair Bolsonaro e a urna eletrônica (Foto: ABR)


247 - De acordo com integrantes do governo, Bolsonaro continuaria mobilizando apoiadores, mas daria à manifestação de 7 de Setembro caráter festivo, evitando ataques ao Judiciário.

Ministros afirmam que Jair Bolsonaro poderia aceitar um armistício com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e colocar fim a uma disputa que tem acarretado em prejuízos eleitorais. 

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a condição para o fim temporário da tensão seria o TSE aceitar pelo menos algumas das principais sugestões do Ministério da Defesa que foram inicialmente descartadas pela Corte.

Os militares queriam, por exemplo, que o tribunal autorizasse a publicação de arquivos de dados dos boletins de urna, com os votos registrados e apurados em cada máquina.

Se o novo presidente do TSE, Alexandre de Moraes, aceitar as propostas, os militares darão o sinal verde para que Bolsonaro sele a paz com a corte, ao menos até o fim do ciclo eleitoral.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email