Bolsonaro ficará inelegível se sancionar o Orçamento, afirma Rodrigo Maia

"Não sei se acarretaria num processo de impeachment pelo processo político em si, mas, se constatadas irregularidades, as pedaladas poderiam acabar deixando o presidente inelegível", afirmou o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) em referência ao Orçamento de 2021 em discussão no Congresso Nacional

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), ex-presidente da Câmara dos Deputados, afirmou que Jair Bolsonaro pode ficar inelegível por causa do orçamento aprovado pelo Congresso Nacional. De acordo com o parlamentar, a proposta afugenta investimentos e representa um "texto fictício". 

"Queremos mostrar ao governo de que nosso posicionamento não é ‘quanto pior, melhor’. Não sei se acarretaria num processo de impeachment pelo processo político em si, mas, se constatadas irregularidades, as pedaladas poderiam acabar deixando o presidente inelegível", disse Maia em entrevista à revista Veja

O deputado, junto com outros congressistas, assina uma representação junto ao tribunal. "Está muito claro que o Orçamento aprovado joga para baixo as previsões de despesas obrigatórias em um momento de pandemia", afirmou. "A proposta afeta a credibilidade do país, obtida desde o governo Michel Temer com a aprovação do teto de gastos".

Orçamento

O Orçamento aprovado pelo Congresso tem como meta fiscal um déficit de R$ 247,1 bilhões para o governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência).O texto aprovado no dia 25 de março pelo Congresso Nacional, mas ainda não sancionado por Jair Bolsonaro, remanejou R$ 26,46 bilhões de despesas obrigatórias para obras de interesse dos parlamentares, o que é alvo de críticas de deputados e de economistas.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email