Bolsonaro: Forças Armadas não terão papel de espectador nas eleições

Jair Bolsonaro ainda pediu que o TSE torne públicos os questionamentos feitos pelos militares ao processo eleitoral, novamente lançando dúvidas sobre o sistema eleitoral brasileiro

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Adriano Machado/Reuters)


247 - Jair Bolsonaro (PL) afirmou que as Forças Armadas, uma de suas principais bases políticas, não terão papel de espectador nas eleições deste ano e pediu que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) torne públicos os questionamentos feitos pelos militares ao processo eleitoral.

“As Forças Armadas não vão fazer papel de chancelar apenas o processo eleitoral, participar como espectadoras do mesmo. Não vão fazer isso. As Forças Armadas não estão se metendo no processo eleitoral, elas foram convidadas e são bastante zelosas”, declarou.

“TSE carimbou de confidencial as sugestões que foram nove propostas pelas Forças Armadas para que se reduzisse ao máximo a possibilidade de fraude”, afirmou Bolsonaro em transmissão ao vivo nas redes sociais. “Por que esconder essas sugestões das Forças Armadas da população? População quer eleições transparentes, onde o voto seja contado efetivamente. Se as urnas são inexpugnáveis, por que essa preocupação?”, acrescentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email