Bolsonaro impõe sigilo de 100 anos aos crachás de acesso dos filhos ao Planalto

Em documentos enviados à CPI da Covid, a Presidência assumiu a existência dos cartões usados pelo vereador Carlos e pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro para acessar a sede do governo

Vereador Carlos Bolsonaro e o deputado Eduardo Bolsonaro
Vereador Carlos Bolsonaro e o deputado Eduardo Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O governo Jair Bolsonaro impôs um sigilo de 100 anos sobre informações referentes aos crachás de acesso ao Palácio do Planalto expedidos em nome dos filhos dele. Em documentos públicos enviados à CPI da Covid no mês passado, a própria Presidência assumiu a existência dos cartões usados pelo vereador Carlos e pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro para acessar a sede do governo. A informação foi publicada pela revista Crusoé.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, "as informações solicitadas dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem dos familiares do senhor Presidente da República, que são protegidas com restrição de acesso, nos termos do artigo 31 da Lei nº 12.527, de 2011".

O documento do Planalto determinou que "as informações pessoais, a que se refere este artigo, relativas à intimidade, vida privada, honra e imagem terão seu acesso restrito, independentemente de classificação de sigilo e pelo prazo máximo de 100 (cem) anos".

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email