Bolsonaro insinua que Israel trará a vacina contra o coronavírus

No momento em que a pandemia dissemina pânico no Brasil e no mundo, Jair Bolsonaro disse em sua live semanal nesta quinta-feira (19) que Israel trará a vacina. Será que ele tem alguma informação privilegiada?

www.brasil247.com - Jair Bolsonaro durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus
Jair Bolsonaro durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus (Foto: REUTERS/Adriano Machado)


247 - Jair Bolsonaro criticou nesta quinta-feira (19) medidas tomadas por governadores de estados para conter a propagação do novo coronavírus. Na sua live semanal pelas redes sociais, Bolsonaro disse que medidas relacionadas ao fechamento de comércio, como adotadas em São Paulo e no Rio de Janeiro podem prejudicar a economia.

"Algumas autoridades estaduais estão tomando medidas. Tem gente que critica, tem elogio também, mas eu deixo claro remédio quando é excessivo pode fazer mal ao paciente. Uns querem fechar supermercado, outros querem fechar aeroporto, outros querem impor barreira na entrada dos estados. A economia tem que funcionar, porque caso contrário as pessoas vão ficar em casa e não vão ter o que se alimentar. Se faltar o emprego, falta o pão em casa e os problemas se avolumam", afirmou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro disse também que conversou com autoridades em Israel e que no prazo de um mês, o país terá uma vacina. “Se Deus quiser, mais uma vez Israel poderá nos socorrer desse mal que tem nos causado estrago.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email