Bolsonaro não chamou Moro para reunião com secretários de Segurança, diz Antagonista

Apesar de ter se encontrado horas antes para despachos no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro não convidou Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, para participar da reunião com secretários estaduais de Segurança que discutiu o desmembramento da pasta retirando poderes de Moro

Jair Bolsonaro e Sergio Moro
Jair Bolsonaro e Sergio Moro (Foto: PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro não convidou o seu ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para participar da reunião com secretários estaduais de Segurança. A informação é do site O Antagonista, conhecido por ser o porta-voz de Moro.

Segundo Bolsonaro, foi nesta reunião que surgiu a proposta de desmembrar o ministério em duas pastas, sendo que Moro perderia o controle dos principais órgãos como Polícia Federal, e assim retirar poderes do seu "superministro".

“A proposta de recriar o Ministério da Segurança Pública não é do presidente Jair Bolsonaro, e sim da maioria dos secretários de Segurança estaduais, que estiveram em Brasília nesse 22 de janeiro. Em nenhum momento, o presidente disse apoiar tal iniciativa”, escreveu o general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, reforçando que, Bolsonaro apenas pediu a seus ministros e assessores, incluindo Moro, que estudassem o tema.

Mas de acordo com o Antagonista, horas antes do encontro com os secretários, o ministro foi recebido por Bolsonaro para despachos no Palácio do Planalto. "Bolsonaro, porém, não tocou no tema", destaca o site.

Insatisfeito com a proposta de Bolsonaro de dividir as pastas que estão atualmente sob seu comando, Justiça e Segurança Pública, Moro pode se demitir do governo, apontou a colunista do Globo Bela Megale.


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247