Bolsonaro nega acordos mas faz negociações com atores da 'velha política'

Jair Bolsonaro negocia cargos com partidos de direita como PP, PL e Republicanos para obter apoio no Congresso Nacional

Jair Bolsonaro e Congresso Nacional
Jair Bolsonaro e Congresso Nacional (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro faz discursos perante seus apoiadores de extrema-direita dizendo que não negocia com ninguém. Mas nos bastidores oferece cargos a partidos de direita integrantes do chamado do chamado centrão. 

As negociações de Bolsonaro com os partidos que sua propaganda considera como da "velha política" têm em mira o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e formar uma base que lhe garanta vitórias no Parlamento.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, além do comando do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) ao PP e o da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) ao PSD, o governo está oferecendo também postos em estatais importantes.

Segundo parlamentares, alguns desses partidos reivindicam um posto estratégico - o Ministério da Agricultura, Abastecimento e Pecuária, hoje comandado por Tereza Cristina, deputada licenciada do DEM.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247