“Bolsonaro pode crescer e temos que aprimorar o debate político”, diz Alexandre Padilha

Deputado afirmou que é preciso demonstrar que “Bolsonaro não constrói nenhuma perspectiva de melhoria no médio e longo prazo”

www.brasil247.com - Alexandre Padilha e Jair Bolsonaro
Alexandre Padilha e Jair Bolsonaro (Foto: ABr)


247 - O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), em entrevista ao programa Giro das Onze, da TV 247, chamou de “operação boca-de-urna” as medidas aprovadas pelo governo, como a PEC do desespero, e considera que podem reduzir a rejeição de Bolsonaro nas pesquisas.

“Pode ter sim um crescimento nesse período, o que vai exigir de quem apoia o Lula e da campanha aprimorar o debate político”, afirmou o deputado que integra a coordenação da campanha de Lula.

“Fazer a discussão sobre o que estamos propondo, qual a esperança para os próximos quatro anos. Fazer a discussão da irresponsabilidade de Bolsonaro ter colocado o Brasil na situação que colocou. Fazer essa discussão sobre o empréstimo consignado. E muito cuidado nos palanques regionais porque uma das forças que a gente tem para ampliação dessa reta final é o tamanho dos palanques e apoios regionais”, apontou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Padilha afirmou que é preciso demonstrar que “a vida da grande maioria do povo brasileiro não melhorou em nada e Bolsonaro não constrói nenhuma perspectiva de melhoria no médio e longo prazo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Faz uma operação boca-de-urna. Mas não acredito que o povo vai trocar o seu voto por isso”, frisou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email