Bolsonaro pode escolher PGR apoiado por Flávio, enrolado no caso Queiroz

O subprocurador-geral da República Augusto Aras se tornou o candidato favorito de Jair Bolsonaro para o posto procurador-geral. Ele conta com o apoio do senador Flávio Bolsonaro, implicado no caso Queiroz e do seu irmão Eduardo, além de ministros de peso, como o da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o de Minas e Energia, Bento Albuquerque

Procuradoria Geral da República
Procuradoria Geral da República (Foto: Agência Brasil)

247 - O subprocurador-geral da República Augusto Aras se tornou o candidato favorito de Jair Bolsonaro para o posto procurador-geral. Ele conta com o apoio do senador Flávio Bolsonaro, implicado no caso Queiroz e do seu irmão Eduardo, além de ministros de peso, como o da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o de Minas e Energia, Bento Albuquerque. 

Na terça-feira (23), Bolsonaro recebeu Aras em sua residência oficial, o Palácio da Alvorada.   

Aras, de 60 anos, baiano de Salvador, disputa com a atual titular do cargo, Raquel Dodge, a indicação do presidente.  

Ele é apoiado também pelo fundador da chamada "bancada da bala", o ex-deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) e pelo prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto. 

Dodge, cujo mandato termina em 17 de setembro, é apoiada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).  

As informações são do jornal Valor

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247