Bolsonaro pode ter cometido 'lista de crimes' ao falar de meu pai, diz presidente da OAB

Para o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, Bolsonaro pode ter incorrido em crime ao comentar o desaparecimento de seu pai; "Aí há uma lista de possíveis crimes que ele pode estar incorrendo sim. Falsidade, a dar declaração falsa, provavelmente num arroubo verbal", diz ele

Felipe Santa Cruz e Jair Bolsonaro
Felipe Santa Cruz e Jair Bolsonaro (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil | PR)

247 - Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) pode ter incorrido em crime ao comentar o desaparecimento de seu pai, o estudante e militante Fernando Santa Cruz (1948-1974), durante o período da ditadura militar.

Em entrevista concedida à BBC News Brasil, Felipe diz que há algumas hipóteses nas quais Bolsonaro poderá ter cometido crime, especialmente se tiver dado uma declaração falsa sobre o assunto.

"Aí há uma lista de possíveis crimes que ele pode estar incorrendo sim. (A começar pela) falsidade, a dar declaração falsa, provavelmente num arroubo verbal", diz Felipe Santa Cruz ao aportal. 

Ele disse ainda que irá interpelar Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente apresente as informações que eventualmente tenha sobre o assunto. Para o presidente da OAB, porém, Bolsonaro não têm qualquer informação verdadeira sobre o caso. A fala sobre Fernando foi só mais um "gesto de irresponsabilidade" do presidente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247