Bolsonaro posta vídeos atirando nos EUA

Um semana após o pior ataque em massa com armas de fogo da história dos Estados Unidos, que deixou 59 mortos em Las Vegas, o deputado Jair Bolsonaro (PSC), pré-candidato à presidência, defendeu o uso da pistola .50, considerada a mais potente do mundo, pela polícia brasileira; "Aí é um tiro só! Um saco de cimento no peito do bandido, acabou a história. Isso é Estados Unidos. Isso eu quero para o meu Brasil", declarou, após disparar

Um semana após o pior ataque em massa com armas de fogo da história dos Estados Unidos, que deixou 59 mortos em Las Vegas, o deputado Jair Bolsonaro (PSC), pré-candidato à presidência, defendeu o uso da pistola .50, considerada a mais potente do mundo, pela polícia brasileira; "Aí é um tiro só! Um saco de cimento no peito do bandido, acabou a história. Isso é Estados Unidos. Isso eu quero para o meu Brasil", declarou, após disparar
Um semana após o pior ataque em massa com armas de fogo da história dos Estados Unidos, que deixou 59 mortos em Las Vegas, o deputado Jair Bolsonaro (PSC), pré-candidato à presidência, defendeu o uso da pistola .50, considerada a mais potente do mundo, pela polícia brasileira; "Aí é um tiro só! Um saco de cimento no peito do bandido, acabou a história. Isso é Estados Unidos. Isso eu quero para o meu Brasil", declarou, após disparar (Foto: Gisele Federicce)

247 - Já considerado uma "ameaça" até pela revista Veja, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), pré-candidato à presidência da República, postou vídeos neste domingo 8 atirando nos Estados Unidos, uma semana após o país vivenciar seu pior ataque em massa com armas de fogo da história. O ataque deixou 59 mortos e mais de 500 feridos em Las Vegas.

Bolsonaro defende o uso da pistola .50, considerada a mais potente do mundo, pela polícia brasileira. "Para nós evitarmos aquele problema do policial civil, militar ou PRF, ao abater um inimigo que estava atirando nele, ser condenado por excesso, por ter dado mais de dois tiros. Quem sabe no futuro a gente possa botar essa arma aqui para ser usada no Brasil? Aí é um tiro só! Um saco de cimento no peito do bandido, acabou a história. Isso é Estados Unidos. Isso eu quero para o meu Brasil", disse.

Em outro vídeo, Bolsonaro aparece ao lado de youtuber homossexual Karol Eller, que apoia o candidato, e mostra "como se combate a homofobia". Em sua passagem pelos EUA, o deputado passará por quatro estados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247