Bolsonaro prepara manifesto: lobo mau promete não comer a vovozinha

O candidato à presidência Jair Bolsonaro vai divulgar sua 'carta aos brasileiros' versão ultradireita; nela, o ex-militar pretende dissipar sua fama de antidemocrata e fazer uma defesa da democracia, ressaltando o combate à misoginia e ao racismo; além disso, a candidatura que está associada ao fascismo extemporâneo brasileiro como nenhuma outra irá fazer o bom e velho 'aceno' ao mercado, assegurando que pretende fazer o 'ajuste fiscal'; Bolsonaro incorpora, assim, o lobo mau das fábulas infantis - tão inverossímil e desconectado da sua identidade que será o manifesto - e promete não comer a democracia

Bolsonaro prepara manifesto: lobo mau promete não comer a vovozinha
Bolsonaro prepara manifesto: lobo mau promete não comer a vovozinha

247 - O candidato à presidência Jair Bolsonaro vai divulgar sua 'carta aos brasileiros' versão ultradireita. Nela, o ex-militar pretende dissipar sua fama de antidemocrata e fazer uma defesa da democracia, ressaltando o combate à misoginia e ao racismo. Além disso, a candidatura que está associada ao fascismo extemporâneo brasileiro como nenhuma outra irá fazer o bom e velho 'aceno' ao mercado, assegurando que pretende fazer o 'ajuste fiscal'. Bolsonaro incorpora, assim, o lobo mau das fábulas infantis - tão inverossímil e desconectado da sua identidade que será o manifesto - e promete não comer a democracia. 

Segundo a reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, "a intenção é que o conteúdo tenha forte tom emocional e possa ser gravado ainda no quarto do hospital, onde o candidato se recupera da facada que recebeu no dia 6 deste mês, em Juiz de Fora (MG), durante agenda de campanha. A equipe de apoiadores gostaria de divulgar o manifesto 'o quanto antes', mas Bolsonaro, que é quem dá a palavra final sobre tudo em sua campanha, ainda quer discuti-lo um pouco mais".

A matéria informa que "o documento está sendo elaborado a várias mãos e um dos temas centrais, de acordo com um dos auxiliares que participaram da discussão, é rebater acusações de que o capitão da reserva não tem compromisso com a democracia e que a sua chegada ao Palácio do Planalto represente um resquício de ditadura".

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247