Bolsonaro quer que policiais virem carreira típica de Estado

Medida foi uma das condições impostas por Jair Bolsonaro para autorizar o andamento da reforma administrativa na Câmara

Polícia Federal
Polícia Federal (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro quer que os profissionais da área de segurança pública sejam classificados como carreiras típicas de Estado. A medida, que assegura a estabilidade, foi uma das condições impostas por ele para autorizar o andamento da reforma administrativa na Câmara. Os policiais são uma das principais bases de apoio do governo.

De acordo com a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, “uma emenda já está sendo elaborada por aliados do presidente no PSL. A ideia é colocar na PEC as carreiras típicas de Estado, como de policiais (civis, federais, rodoviários federais) e, provavelmente, Abin, Fisco e Itamaraty”. A Frente Parlamentar da Segurança Pública, porém, deseja que  as polícias sejam completamente retiradas da reforma, o que é visto como improvável. 

A emenda, que está sendo elaborada pelo PSL, também prevê retirar a proposta do ministro da Economia, Paulo Guedes,  que concede ao presidente o poder de extinguir cargos e órgãos públicos por decreto. A base governista também avalia que existem brechas na PEC, como marcos temporais, que alcançam o funcionalismo público. Estes pontos também devem ser excluídos do texto.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email