Bolsonaro recomenda livro do torturador Ustra para professora

Jair Bolsonaro recomendou a estudantes que indicassem o livro “A Verdade Sufocada – A História que a esquerda não quer que o Brasil conheça”, do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, para uma professora “de esquerda”. Ustra, que comandou o DOI-CODI durante a ditadura militar,é apontado pela Comissão da Verdade como responsável por 47 sequestros e homicídios, além de ter participado pessoalmente de sessões de tortura

Bolsonaro recomenda livre de Ustra
Bolsonaro recomenda livre de Ustra (Foto: Alan Santos/PR | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Defensor da ditadura militar, Jair Bolsonaro recomendou a estudantes que indicassem o livro “A Verdade Sufocada – A História que a esquerda não quer que o Brasil conheça”, do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, para uma professora “de esquerda”. Ustra, que comandou o Destacamento de Operações de Informações (DOI-CODI), foi condenado em segunda instância pela prática de tortura durante a ditadura w faleceu em 2005. Bolsonaro já disse anteriormente que tem a obra de Ustra como seu livro de cabeceira

A sugestão foi feita nesta segunda-feira (30) a um grupo de estudantes que visitava o Palácio do Alvorada. Um dos alunos então se dirigiu a Bolsonaro e pediu que ele mandasse um abraço para a professora. Este momento, ele perguntou se a docente era de “esquerda”. 

Diante da confirmação de que a professora era “petista”, Bolsonaro disparou: “fala pra ela ler o livro "A verdade sufocada" aí. Só ler. Depois ela tira as conclusões. Lá são fatos, não é blá blá blá de esquerdista não”. Em agosto deste ano, Bolsonaro chamou Ustra - apontado pela Comissão da Verdade como responsável por 47 sequestros e homicídios - durante o regime, de “herói nacional que evitou que o Brasil caísse naquilo que a esquerda hoje em dia quer”. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email