Bolsonaro se nega a fazer reunião com Raoni, um dos maiores líderes indígenas do País

"Você aceita se reunir comigo e com o Raoni [Metuktire, líder indígena]?", perguntou o presidente francês, Emmanuel Macron, a Jair Bolsonaro, que respondeu: "não"; segundo o presidente brasileiro, Raoni, que é reconhecido internacionalmente por sua luta em defesa dos povos indígenas e da Amazônia, "não representa o Brasil"

www.brasil247.com - Raoni Macron e Bolsonaro
Raoni Macron e Bolsonaro


247 - De acordo com uma fonte do Palácio do Planalto, o encontro informal do presidente Jair Bolsonaro com Emmanuel Macron, da França, durante o G20, foi tenso e o brasileiro recusou se reunir com o político francês na presença do líder indígena Raoni Metuktire.

"Você aceita se reunir comigo e com o Raoni [Metuktire, líder indígena]?", perguntou Macron a Bolsonaro. "Não", respondeu, dizendo que Raoni "não representa o Brasil e sequer representa a comunidade indígena de onde veio". A informação é da jornalista Cristiana Lôbo, do G1.

O cacique de 87 anos é líder da etnia kayapó e é reconhecido mundialmente pela sua luta pela preservação dos povos indígenas e da Amazônia. Raoni se reuniu com Macron e com o Papa Francisco para denunciar o desmatamento da Amazônia e pediu apoio a luta para proteger o Parque Nacional Indígena do Xingu – reserva onde vivem vários povos indígenas – de madeireiros e do agronegócio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro disse a Macron que o Brasil vai honrar o Acordo de Paris, ponto crucial para o acordo entre a União Europeia e o Mercosul. Ele ainda convidou Macron a sobrevoar a Amazônia, de Boa Vista a Manaus, cerca de uma hora e meia de voo e garantiu que não vai "encontrar qualquer ponto de desmatamento".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email