Bolsonaro se reúne com cúpula das Forças Armadas após críticas à diplomacia

Apoio aos EUA em uma guerra contra o Irã e encontro com aliados militares de Donald Trump, previsto para acontecer no início de fevereiro no Brasil, preocupam comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica

(Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Portal Forum - Jair Bolsonaro se reuniu nesta terça-feira (7) com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica, após críticas dos militares ao posicionamento do Itamaraty e do próprio presidente no conflito entre Estados Unidos e Irã. Segundo reportagem do Uol, uma batalha se instalou nos bastidores do governo entre militares e a diplomacia do chanceler Ernesto Araújo com o conflito no Oriente Médio.

A cúpula militar estaria tentando tomar à frente para evitar declarações como a nota emitida pelo Itamaraty no dia 3, em que o governo brasileiro manifesta “apoio à luta contra o flagelo do terrorismo”, que resultou na convocação da encarregada de negócios da embaixada do Brasil no país, Maria Cristina Lopes, para dar explicações ao governo iraniano.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247