Bolsonaro tem desaprovação maior nas duas regiões decisivas nas eleições: Sudeste e Nordeste

As duas regiões concentram cerca de 70% da população e são decisivas no jogo eleitoral. Jair Bolsonaro é reprovado por 66% dos nordestinos e por 54% dos eleitores do Sudeste

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A desaprovação a Jair Bolsonaro é maior no Sudeste e Nordeste do que em outras regiões do país, aponta pesquisa Exame/Ideia. De acordo com o estudo, 66% dos eleitores nordestinos desaprovam a atual gestão do chefe do Executivo Federal. No levantamento anterior, realizado em janeiro, este índice era de 40%. No Sudeste, a reprovação alcança 54%, ante 35% da pesquisa anterior. 

As duas regiões concentram cerca de 150 milhões de habitantes, quase 70% da população do país, são consideradas essenciais no jogo eleitoral de 2022, que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à frente de todas as pesquisas sobre o pleito presidencial de 2022. 

Para tentar reverter os baixos índices de popularidade, Bolsonaro vem intensificando as viagens às duas regiões. Nos últimos três meses, Bolsonaro realizou ao menos sete viagens oficiais para o Nordeste e outras sete para o Sudeste. As regiões Norte, Sul e Centro-Oeste foram visitadas três vezes cada uma no mesmo período.

PUBLICIDADE

“As idas constantes de Bolsonaro a regiões onde a avaliação dele é pior, como é o caso do Nordeste e do Sudeste, são uma tentativa de mudar a percepção dos eleitores. Precisamos verificar se daqui para frente isso realmente vai ter algum impacto nas próximas pesquisas”, disse o fundador do Ideia, Maurício Moura.

Segundo o levantamento, o governo Bolsonaro é desaprovado por 55% dos brasileiros, pouco abaixo do recorde registrado em julho, quando este índice chegou a 57%. 

PUBLICIDADE

A pesquisa ouviu 1.277 pessoas por telefone entre os dias 18 e 22 de novembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

PUBLICIDADE

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email