Bolsonaro tem 'grandeza intelectual de um rato', diz antropóloga

A antropóloga e cientista social Rosana Pinheiro-Machado reagiu com indignação às declarações do presidente Jair Bolsonaro que ameaçou neste sábado (26) mandar prender o jornalista Glenn Greenwald e ainda agrediu com expressões homofóbicas o fundador do The Intercept Brasil e seu marido, o deputado federal Davi Miranda (PSOL-RJ).

Rosana Pinheiro-Machado
Rosana Pinheiro-Machado (Foto: Fórum/divulgação)

247 - A antropóloga e cientista social Rosana Pinheiro-Machado reagiu com indignação às declarações do presidente Jair Bolsonaro que ameaçou neste sábado (26) mandar prender o jornalista Glenn Greenwald e ainda agrediu com expressões homofóbicas o fundador do The Intercept Brasil e seu marido, o deputado federal Davi Miranda (PSOL-RJ).   

Rosana Pinheiro-Machado, que é também colunista do site The Intercept Brasil, publicou na sua conta do Twitter que "o presidente do Brasil é o homem do tipo mais baixo e medíocre que a humanidade já produziu". A cientista social disse ainda que Bolsonaro "tem a grandeza intelectual de um rato". Concluiu sua nota afirmando: "Mas para o esgoto ele voltará".  

Bolsonaro disse que Glenn não se encaixava na portaria publicada na sexta-feira pelo ministro da Justiça Sérgio Moro sobre os ritos de deportação. E acrescentou "Até porque ele é casado com outro homem e tem meninos adotados no Brasil. Malandro, malandro, para evitar um problema desse, casa com outro malandro e adota criança no Brasil. Esse é o problema que nós temos. Ele não vai embora, pode ficar tranquilo. Talvez pegue uma cana aqui no Brasil, não vai pegar lá fora não”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247