Convite para partido é teste de fidelidade que Bolsonaro cobra de Moro

Jair Bolsonaro tenta evitar que o ministro Sérgio Moro (Justiça) seja adversário dele na eleição presidencial de 2022. Também é um teste de fidelidade, pois o ex-juiz condenou Lula sem provas para tirá-lo da eleição e preparar o terreno para Bolsonaro

(Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro tenta evitar que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, seja adversário dele na eleição presidencial de 2022 e, para atingir este objetivo, ele deve entregar ao ex-juiz da Operação Lava Jato a ficha de filiação do partido Aliança pelo Brasil. A informação foi publicada pela coluna de Guilherme Amado, na revista Época nesta terça-feira (7).

Com a medida, Bolsonaro também pretende alavancar a coleta de assinaturas para criação do partido a tempo de entrar na disputa às eleições municipais, que acontecem neste ano.

O convite feito por Bolsonaro também serve como um teste de fidelidade para Moro. O exjuiz condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sem provas no processo do triplex em Guarujá (SP) para tirá-lo da eleição e preparar o terreno para Bolsonaro. 

Lula foi acusado de ter recebido um apartamento como propina da OAS, mas não tinha a chave e nunca dormiu no imóvel. Moro também emitiu a ordem de prisão sem o esgotamento de todos os recursos judiciais. 

Segundo as revelações do Intercept Brasil, Moro agia como uma espécie de "assistente de acusação" na Lava Jato, ou seja, interferia no trabalho de procuradores, sugerindo, por exemplo, troca de procuradora para interrogar Lula. Também recomendou inversão da ordem das fases da operação e pediu acréscimo de informações na denúncia contra um réu (Zwi Skornicki, representante da Keppel Fels, estaleiro que tinha contratos com a Petrobras), além de várias outras irregularidades. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247