Bolsonaro volta a agredir comando do Inpe

Jair Bolsonaro voltou a agredir neste domingo (21) o diretor do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Ricardo Galvão, e disse que não falará com ele

Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa.
Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

247 - Jair Bolsonaro voltou a agredir neste domingo (21) o diretor do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Ricardo Galvão, e disse que não falará com ele.

Segundo informa o jornal Folha de S.Paulo, ele disparou: "Eu não vou falar com ele. Quem vai falar com ele vai ser o ministro Marcos Pontes [Ciências) e talvez também ali o Ricardo Salles [Meio Ambiente]. O que nós não queremos é uma propaganda negativa do Brasil. A gente não quer fugir da verdade, mas aqueles dados pareceram muito com os do ano passado".

Entenda:

O presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, Ricardo Galvão, reagiu duramente à entrevista de Jair Bolsonaro em que ele atacou a instituição e negou o crescimento do desmatamento na Amazônia. "Esses dados sobre desmatamento da Amazônia, feitos pelo Inpe, começaram já em meados da década de 70 e a partir de 1988 nós temos a maior série histórica de dados de desmatamento de florestas tropicais respeitada mundialmente", afirmou Galvão à TV Vanguarda. Leia mais aqui

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247