Bolsonaro volta a tripudiar de PL dos absorventes: "mulher começou a menstruar no meu governo"

Ironia ao projeto que previa distribuição gratuita de absorventes a pessoas em situação de vulnerabilidade social foi feita durante conversa com apoiadores. "No governo do PT não menstruava, no do PSDB não menstruava também”, disparou

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: ABr | Freepik)
Siga o Brasil 247 no Google News

Carolina Fortes, Revista Fórum - Em mais um evidente desrespeito à população, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) ironizou, nesta quinta-feira (25), o veto ao projeto que previa distribuição gratuita de absorventes a pessoas em situação de vulnerabilidade social. 

“Não sabia, a mulher começou a menstruar no meu governo. No governo do PT não menstruava, no do PSDB não menstruava também”, disse durante conversa com apoiadores na frente do Palácio do Planalto. 

Ele voltou, também, a afirmar que o projeto não apresentava de onde viria a fonte de recursos, apesar da proposta afirmar que o dinheiro viria do montante destinado pela União ao Sistema Único de Saúde (SUS) – e, no caso das presidiárias, do Fundo Penitenciário Nacional.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra na Fórum. 

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email