Boulos sobre general Heleno: uma vez golpista, sempre golpista

Líder do MTST, Guilherme Boulos criticou as ameaças do general Augusto Heleno ao STF. "Sempre representou a ala mais antidemocrática das Forças Armadas", acrescentou

Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, criticou o general Augusto Heleno após o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional ameaçar o Supremo Tribunal Federal, que pediu a apreensão dos celulares de Jair Bolsonaro e do vereador Carlos Bolsonaro. 

"Uma vez golpista, sempre golpista. General Heleno foi ajudante de ordens de Sylvio Frota, que tentou dar golpe contra Geisel em 1977. Sempre representou a ala mais antidemocrática das Forças Armadas", afirmou o líder do MTST no Twitter.

O ministro do STF Celso de Mello pediu a apreensão dos celulares no âmbito das investigações sobre as tentativas de interferência de Bolsonaro na Polícia Federal. O decano da Corte havia autorizado a abertura de um inquérito com o objetivo de apurar as denúncias de Sérgio Moro, após o então ministro da Justiça dizer no dia 24 de abril, quando anunciava demissão, que Bolsonaro queria interferir na PF. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email