Brasil atinge mais de 10 milhões de casos e 246.560 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia

Nas últimas 24 horas foram contabilizadas mais 554 mortes por Covid-19, elevando o total para 246.560 . Média móvel supera 1 mil pelo 32º dia seguido

Cruzes para marcar vítimas da Covid-19 no Brasil
Cruzes para marcar vítimas da Covid-19 no Brasil (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil contabilizou 10.167.300 casos e 246.560 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h deste domingo (21).

O país registrou 554 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 246.560 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.038. Já são 32 dias com essa média acima da marca de 1 mil. A variação foi de 2% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 10.167.300 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 29.035 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 47.658 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de 4% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade também nos diagnósticos.

Informações do G1.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email