Brasil envenenado: Bolsonaro autoriza mais 63 agrotóxicos; total de registros em 2019 chega a 325

Com os novos registros, o total de agrotóxicos liberados chega a 325, superando o volume do mesmo período de 2018, quando houve 309 registros. Assim, o ritmo de liberação deste ano segue sendo mais alto da série histórica do ministério, iniciada em 2005.

(Foto: Marcos Correa/PR | Shutterstock)

247 - O Ministério da Agricultura registrou nesta terça-feira (17) mais 63 agrotóxicos. Desse total, 2 são princípios ativos (que servirão de base para produtos inéditos) e 5 são novos produtos que estarão à venda. Os demais 56 são genéricos de pesticidas que já existem no mercado. A informação é do Portal G1. 

Com os novos registros, o total de agrotóxicos liberados chega a 325, superando o volume do mesmo período de 2018, quando houve 309 registros 

Assim, o ritmo de liberação deste ano segue sendo mais alto da série histórica do ministério, iniciada em 2005.

Segundo o o governo, do total de produtos registrados em 2019, 310 são produtos genéricos e 15 são à base de ingredientes ativos novos.

Do total de produtos registrados em 2019, 185 são produtos técnicos, ou seja, destinados exclusivamente para o uso industrial.

Outros 140 são produtos formulados, que são aqueles que já estão prontos para serem adquiridos pelos produtores rurais mediante a recomendação de um engenheiro agrônomo. Destes, 14 são produtos biológicos e orgânicos.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247