Brasil liderou ranking de cirurgia plástica em 2013

País que mais fez cirurgias plásticas estéticas em 2013, aponta sociedade internacional da área; Brasil foi responsável por 12,9%, cerca de 1,49 milhão; em seguida, aparecem os EUA (12,5%), o México (4,2%), a Alemanha (3%) e a Colômbia (2,5%); motivos: alta do poder aquisitivo e maior acesso

www.brasil247.com - País que mais fez cirurgias plásticas estéticas em 2013, aponta sociedade internacional da área; Brasil foi responsável por 12,9%, cerca de 1,49 milhão; em seguida, aparecem os EUA (12,5%), o México (4,2%), a Alemanha (3%) e a Colômbia (2,5%); motivos: alta do poder aquisitivo e maior acesso
País que mais fez cirurgias plásticas estéticas em 2013, aponta sociedade internacional da área; Brasil foi responsável por 12,9%, cerca de 1,49 milhão; em seguida, aparecem os EUA (12,5%), o México (4,2%), a Alemanha (3%) e a Colômbia (2,5%); motivos: alta do poder aquisitivo e maior acesso (Foto: Gisele Federicce)


Aline Leal - Repórter da Agência Brasil

Publicação da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética desta semana aponta o Brasil como o país que mais fez cirurgias plásticas estéticas em 2013. Ao todo, foram mais de 11,5 milhões de procedimentos em todo o mundo. O Brasil foi responsável por 12,9%, cerca de 1,49 milhão. Em seguida, aparecem os Estados Unidos (12,5%), o México (4,2%), a Alemanha (3%) e a Colômbia (2,5%).

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, João de Moraes Prado Neto, um dos fatores que contribuíram para o Brasil ultrapassar os Estados Unidos no ranking foi a alta do poder aquisitivo de parte da população brasileira. Outro fator é o aumento do número de cirurgiões plásticos no país, o que levou a reduzir o preço dos procedimentos, tornando-os mais acessíveis.

A qualidade das cirurgias e o culto à beleza levaram o brasileiro a procurar a cirurgia estética.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quando são considerados os procedimentos não cirúrgicos, como aplicação de botox e de preenchimento, os Estados Unidos continuam em primeiro lugar. O mais procurado é o botox.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em todo o mundo, pouco mais de 87% dos procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos foram feitos em mulheres, de um total de mais de 20 milhões. Os mais procurados por elas são o aumento das mamas, a lipoaspiração, a cirurgia de pálpebra, a lipoescultura e o lifting de mama. Já entre os homens, a procura é maior pela cirurgia de nariz, a ginecomastia (redução das mamas), a cirurgia de pálpebra, a lipoaspiração e a cirurgia de orelhas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prado Neto alerta que quem quiser fazer uma cirurgia plástica deve consultar um especialista. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica disponibiliza uma lista com nomes de profissionais habilitados. "Se o nome não estiver lá, não é cirurgião plástico", disse.

"A pós-graduação para cirurgia plástica dura cinco anos. São 15.500 horas de atividades. Enquanto isso, alguns médicos fazem cursos de 400 horas e se dizem especialistas, não são. Podem produzir desastres, tragédias", destacou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email