Brasil tem a segunda maior taxa de homicídios da América do Sul, diz estudo da ONU

A ONU divulgou um relatório apontando que o Brasil tem a segunda maior taxa de homicídios da América do Sul e uma das maiores do mundo; de acordo com o estudo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC ), o país registrou 30,5 homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes, ficando apenas atrás da Venezuela

(Foto: EBC)

247 – A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou nesta segunda-feira (8), um relatório apontando que o Brasil tem a segunda maior taxa de homicídios da América do Sul e uma das maiores do mundo. De acordo com o estudo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC ), o país registrou 30,5 homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes, ficando apenas atrás da Venezuela. Os números são relativos a 2017. Entre 1991 e o ano retrasado, 1,2 milhão de pessoas foram mortas no Brasil.

Os números do Brasil seguem a tendência na América Latina, que desde a década de 1990 registra um aumento nos homicídios. Em El Salvador, a taxa é de 62,1 a cada grupo de 100 mil habitantes, a maior da região. Na Venezuela, o índice chega a 56,8, o maior da América do Sul.

De acordo com a ONU, a América Central e a América do Sul registraram as taxas mais altas do planeta, com 25,9 e 24,2 assassinatos por cada 100 mil habitantes. No topo da lista está o Caribe, com 15,1.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247