Brasileiras preparam ato mundial “Stop Bolsonaro” no dia 28 de junho

Em três semanas, duas brasileiras que moram na Europa, Erica Caminha (Alemanha) e Marcia Nunes (Holanda) conseguiram a adesão de grupos de brasileiros e organizações civis em ao menos 52 diferentes cidades do mundo comprometidas em participar da mobilização, que estão se contactando através das redes sociais

(Foto: Carolina Antunes/PR | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O nível da rejeição de Jair Bolsonaro não para de aumentar. Pelo menos 20 países terão protestos contra ele no dia 28 de junho em um evento chamado "Stop Bolsonaro Mundial". A iniciativa partiu de duas amigas brasileiras que moram na Europa: Erica Caminha (de Munique, na Alemanha) e Marcia Nunes (Amsterdam, Holanda). Em três semanas, elas conseguiram a adesão de grupos de brasileiros e organizações civis em ao menos 52 diferentes cidades do mundo comprometidas em participar da mobilização, que estão se contactando através das redes sociais. A informação foi publicada pela Revista Forum

Erica Caminha afirmou que a ideia nasceu em fevereiro. "Estamos pensando em ideias inovadoras a respeito de mobilização virtual, para não deixar ninguém de fora, porque temos muita gente querendo participar, e queremos que todo mundo possa estar de uma forma segura, mesmo entre os que puderem participar de forma presencial, usando máscaras e respeitando as medidas de proteção", acrescentou. 

O evento possui conta de Twitter, de Instagram e de Facebook, com o endereço @stopbolsonaro. Outra maneira de seguir as informações sobre o ato nas redes sociais é através da hashtag #StopBolsonaroMundial.

Leia a íntegra na Revista Forum

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247