Breno Altman: Dirceu continuará enfrentando o golpe do cárcere

O jornalista e editor do site Opera Mundi, Breno Altman, conta como foram os últimos momentos do seu amigo pessoal, o ex-ministro José Dirceu, antes de se apresentar à Polícia Federal na última sexta-feira (18); segundo ele, Dirceu está tranquilo e enfrentará o golpe de Estado em qualquer trincheira, "inclusive a do cárcere"; assista sua entrevista à TV 247

O jornalista e editor do site Opera Mundi, Breno Altman, conta como foram os últimos momentos do seu amigo pessoal, o ex-ministro José Dirceu, antes de se apresentar à Polícia Federal na última sexta-feira (18); segundo ele, Dirceu está tranquilo e enfrentará o golpe de Estado em qualquer trincheira, "inclusive a do cárcere"; assista sua entrevista à TV 247
O jornalista e editor do site Opera Mundi, Breno Altman, conta como foram os últimos momentos do seu amigo pessoal, o ex-ministro José Dirceu, antes de se apresentar à Polícia Federal na última sexta-feira (18); segundo ele, Dirceu está tranquilo e enfrentará o golpe de Estado em qualquer trincheira, "inclusive a do cárcere"; assista sua entrevista à TV 247 (Foto: Lais Gouveia)

TV 247 - O jornalista e editor do site Opera Mundi, Breno Altman, concedeu entrevista à TV 247 nesta semana e contou como foram os últimos momentos do seu amigo pessoal, o ex-ministro José Dirceu, antes de se apresentar à Polícia Federal na última sexta-feira (18). Segundo o jornalista, Dirceu está tranquilo e enfrentará o golpe de Estado em qualquer trincheira, "inclusive a do cárcere". 

Indagado se Dirceu poderia ter optado pelo exílio ou fuga, Altman considera que o momento político que o país enfrenta não permite tal postura. “Ao contrário da ditadura militar, quando as arbitrariedades e desrespeitos aos direitos humanos eram visíveis, atualmente essa clareza perante as violações não é tão nítida. Por isso, se ele agisse dessa forma, poderia ser mal interpretado pela sociedade, e essa ambiguidade é muito perigosa”, destaca. 

O jornalista relata que o ex-ministro está resistente na luta conta o Estado de exceção. "Quadros como Lula e Dirceu são obrigados a pensarem coletivamente, não podem agir individualmente, por isso, a decisão de se presentar foi tranquila e cristalina, ele enfrentará o golpe e a escalada reacionária ainda em curso em qualquer trincheira, incluindo ao cárcere", ressalta.

Inscreva-se na TV 247 e confira a entrevista com Breno Altman: 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247