CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Bruno fala sobre suposto habeas corpus de R$ 1,5 milhão

Ex-goleiro do Flamengo vai Assembleia de Minas explicar suspeita de tentativa de compra de liberdade

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247, com Agência Estado – O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza, acusado de ter participado no desaparecimento e morte de sua ex-namorada Eliza Samúdio, participa hoje de uma sessão na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Bruno chegou ao local por volta das 9h30 para ser ouvido por deputados da Comissão de Direitos Humanos. O objetivo é apurar a denúncia contra a juíza da Comarca de Esmeraldas, Maria José Starling, que estaria envolvida em suposta negociação para a concessão de habeas corpus em favor do atleta.

Bruno chegou acompanhado do advogado, Cláudio Dalledone Júnior, e da noiva, a dentista Ingrid Calheiros Oliveira. Ao término da sessão, ele retorna para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde está preso. No início do mês, Ingrid Calheiros Oliveira disse que Maria José teria pedido R$ 1,5 milhão para conseguir a libertação de Bruno, que ainda vai a julgamento por júri popular pelo sequestro, cárcere privado e assassinato de Eliza.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A assembleia chegou a marcar audiência na semana retrasada para ouvir Dalledone, mas ele não compareceu. A defesa alegou que a convocação foi feita em cima da hora e não houve tempo para que ele comparecesse.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO